Ler, escrever e pensar

O livro que ensinou a ... ler, escrever e pensar.

Postado por Bia Barradas em 20/01/2018 22:20:43

  Em um mundo de cabeças baixas, informações  em quantidade, um dos despertadores do cotidiano, pode vir de um material mais simples tecnologicamente, mas complexo em seu conteúdo.

  Sim... de um livro. Um despertador de consciência e percepção de mundo. Foi o que fez Pedro Bandeira, ao escrever " A Droga da Obediência.", em 1984, e é atual neste século. Embora seja direcionado para adolescentes, costumo dizer que é uma trama para ser lida desde a adolescência.

Em cada época da vida que é lido, uma nova descoberta, um novo assunto aparece. Não só tem uma história de suspense muito bem tramada, com uma escrita envolvente, como o tema abordado pode ser visto sob vários ângulos, além de nos reportar ao que acontece no cotidiano.

Só para situar os que não leram ( e recomendo que o façam, embora seja classificado como um livro para o público adolescente), segue um breve resumo:

Um grupo de adolescentes estudam num colégio, onde há uma onda de sequestros de alguns estudantes. Esse grupo chamado "Karas", são os detetives da trama.Descobrem, então, uma organização, que controla as dores humanas através de uma pílula, fazendo com que as pessoas fiquem totalmente submissas.

  Não vou contar o final do livro, mas por essas linhas, já podemos pensar em várias situações a que estamos expostos ou somos coadjuvantes voluntariamente ou não na sociedade em que vivemos.

  Mas, o que chama a atenção é, que embora a história seja sobre manipulação, poder e uma forma de violência, o livro mostra que é a vontade que deve sempre prevalecer,  e é enaltecida durante toda a ação dos jovens que se propuseram a salvar os colegas e desvendar o mistério, embora estivessem em minoria.

Essa vontade dos personagens  pode ser resumida nesta citação do livro:

"Miguel levantou-se e abraçou os dois.Calú veio em seguida e os quatro ficaram ali, abraçados, em silêncio, com os corpos colados, procurando unir suas energias, aumentar suas esperanças. Unidos, os Karas eram invencíveis."

                                               

 

MARCADORES:

livro obediência Karas