As Borboletas Morreram

Aquelas que viviam no estômago

Postado por Luíza Maira Silva em 05/08/2017 19:45:01

Procurei uma música pra mandar pra ele

Só pra puxar assunto, assim meio que de manha 

Assim, de manhã

Daí se deu o desatino: 

Não me lembrava de sequer uma música!

Se a nossa paixonite era plantada narte 

Agora é desfeita em partes da minha memória canábica.

Perdeu-se então a arte das palavras que enfeitavam nossas bocas ávidas

E pior: perderam-se as melodias que me remetiam a ele

Não lhe mandei nada

Porque já não havia nada a mandar

Nem a receber

Mandei o silêncio vazio de uma saudade já há muito esquecida. 

As borboletas morreram. De morte natural, vale ressaltar.

 

 

 

MARCADORES:

borboleta estômago