A nossa angustia por um curtiu... e a obrigação de curtir.

Postado por Marlene Silva em 13/09/2017 11:00:03

As redes sociais são extremamente democráticas em relação ao seu público.

Não importa seu gênero, sua idade, suas preferências políticas ou religiosas, os grupos que você segue, ou as mensagens que você posta.

Mas estamos transformando este que deveria ser apenas um lugar para você compartilhar suas angústias, tristezas, alegrias, anseios, desejos, e assim por diante, por sentir-se aceito.

A contagem a cada minuto de número de curtidas é algo que foi incluído da lista de coisas que podem te deixar infeliz ao longo do dia.

Engraçado como o simples ato de curtir pode fazer nascer uma amizade, como não ter curtido pode estremecer relações.

E tem algo de perverso neste universo. Se alguém curtiu uma publicação que você postou, você acaba se sentindo na obrigação de curtir o que a outra pessoa postou.

Quantas mensagens você postou hoje ou esta semana, e que em retribuição você curtiu postagens que não fizeram sentido para você?

Quantos “linda” você digitou, para aquela foto que você diz internamente “que sem noção”?

Quantos casais você elogiou, e que no fundo você sabe que mal se falam?

Quantas mensagens você postou porque sabia que muitos iriam curtir?

Perdemos a paciência para esperar uma pessoa responder uma mensagem, e quantas vezes excluímos a pessoa se passou um dia e ela não respondeu? Isso se não for horas. Esquecemos que a pessoa pode não estar disponível para responder, e principalmente que pode não estar com vontade de responder.

Pois é. Deixou de ser um lugar para compartilhar, sem nenhuma intenção, para se tornar o lugar que você decide sobre quem deve ou não permanecer em sua vida.

Se entrou nesta ciranda de esperar que o número de curtidas te digam que você é conhecido, popular, reconhecido... esqueça as pessoas podem estar apenas retribuindo a sua curtida, e nem leram ou perceberam a sua intenção.

Hora de voltar a investir nas relações reais, onde podemos sentir e olhar nos olhos das pessoas, e assim obter a graça do sentimento verdadeiro e sincero.

 

Por mais abraços, e menos curtidas.

 

MARCADORES:

Redes Sociais Curtir Aceitação Relações Amizade Verdadeiro Felicidade Real Virtual