Sobre quebrar um ciclo

Postado por Stephany Desnudo em 19/12/2016 00:00:03

 

Ao longo dos anos repeti comportamentos destrutivos e pensamentos baixos por muito tempo. Muito mesmo. Mas tem uma hora fatídica que o seu corpo começa a ficar cansado, baleado, e só percebe que para alcançar o que deseja ele realmente precisa mudar de frequência. E mudar não é nem um pouco fácil…

Sua mente vai lhe pregar peças a todo o momento. Vai insistir em não quebrar o ciclo. Mas algo torturado dentro de você vai chegar para arrebentar a corrente. E repito, isso realmente só acontece quando você definitivamente percebe que precisa mudar de rota. E eu demorei 26 anos para isso e ainda falta muito para alcançar o que quero… Então meu amigo, segura essa bronca!

Depois que o ciclo se quebrar você vai ficar no chão, destruído. É preciso que se recomponha. E se recompor não é fácil… Pode ser que o ciclo tenha se partido, mas um fantasma vai ficar lá para sempre te assombrando, lembrando de como os dias eram, e você vai tentar se equilibrar numa corda bamba, mas não vai cair. Sério! E a magia está aí. Sabe aquela história do bambu que enverga mas não quebra? Pois é.

Mas para isso é preciso estar forte. É preciso que o corpo esteja forradinho, aconchegado. É preciso ser doce consigo mesmo. Acalme a si. Pois o pior já passou. Tem momentos onde penso que realmente vou cair em desespero; mas não caio. Ele só passa do meu lado me dá um oi e vai embora. Não fico com ele. Não mais! Quando você realmente quer mudar, quando algo em você se desgasta e aprende de tanto apanhar, você consegue. É aos poucos, mas consegue.

Não sei ao certo dizer, mas existe algo no mundo que impulsiona você para algum caminho que no fundo é o que você deseja. Não julgue as atitudes dessa energia ou seja lá o que for, ela simplesmente te empurra e se for para lutar consigo mesmo, assim será.

 

MARCADORES:

escritor ciclo psicologia sentimento humano existência comportamento